terça-feira, fevereiro 23, 2010

BOTAFOGO: Mais uma prova de amor!

No dia seguinte que o Botafogo ganhou do Flamengo, recebi essa carta do meu pai, botafoguense até o último fio do cabelo que ainda lhe resta!! Achei bonito e resolvi postar em mais uma prova de amor ao velho, que igual ao Botafogo, mesmo cheio de erros e acertos, me ensinou o valor de amar incondicionalmente.

"QUERIDA, TOU NA RESSACA DA VITÓRIA DO BOTA SOBRE O FRAMNENGO.

Foi Hilário. Não ia passar o jogo (Garopaba / SC), fiquei vagando de noitinha e achei um bar chulé cheio de framenguistas onde ia passar a pugna. Eu não queria perder. Pra mim é o melhor jogo do mundo! Tavam todos de camisa horrorosa e sacaneando: tamos cum pena. Já foi!

Ainda comentei: O Bota é zebra, mas a Unidos da Tijuca tambem era! Não sei se entenderam...

1° TEMPO

Tudo bem, somos fleumáticos, somos Bota, e Fogo, fiquei sentado numa cadeira lá do canto. Parecia que estava sózinho. No primeiro minuto, quase QUASE QUE O fOGO FAZ UM GOL, FIQUEI FRIO, DEPOIS O FLA DOMINOU, DOMÍNIO ESPÚRIO, SABE COMO É, e fez um gol bobo, fruto de uma bobeira "nossa".

Não me apavorei. O juiz roubava descaradamente para o Urubu, um escândalo, como sempre, impune. Temos poucos craques, mas temos craques. Um deles é o Herrera, maravilhoso! Outro é o lateral esquerdo, e temos a torre Loco Abreu. A bola foi levantada, Loco desviou lá de cima, Herrera dominou espetacularmente, fez um giro lindo, difícil, coisa de craque, e soltou a bomba. O goleiro do Fra rebateu e o Marcelo, o lateral, pegou de primeira. Gol! Golaço! Claro que não me segurei, levantei pulando... A galera ficou me olhando numa boa, vi o pavor na cara deles.

Daí um velhinho que estava encostado no bar tomando umas pingas, veio caminhando e me abraçou. Você é Botafogo? Somos nós dois! Não te conheço mas agora você é meu amigo! (Coisas de botafoguenses) Nos abraçamos, cheios de confiança, acaba o primeiro tempo.

INTERVALO

Pedi uma água sem gás, umas paçoquinhas, (não tinha nada no bar, do que eles vivem? Cachaça e cerveja?) e me animei a fazer uns comentários. O pessoal é Framengo mas é decente,é, era agressivo, pudemos conversar e pude reclamar das roubadas horríveis do juizinho, como sempre foi.

2° TEMPO

Começa o segundo tempo, o Fogo tava diferente, temos o melhor técnico do mundo e achei que dava. O Framengo "perdia" gols, na verdade, para um cara como eu, que passou a vida jogando e vendo futebol, não perdiam era nada, eram lances normais, e pude sentir o desespero, AQUELE DO "QUEM PERDE LEVA" e daí o nosso técnico lindão, o Joel Santana, colocou aquele que a galera pedia, o Caio, o nosso Pelé branco. Tudo mudou, o garoto de 19 anos entortava todo mundo!

O Bota brigava, era final de Copa do Mundo e nós queremos e gostamos de ver RAÇA, você sabe.

E raça tinha, e futebol tambem. Outro levantamento, e outra vez o Herrera (eu te amo, Herrera!) deu um toque lateral pro Caio que entrou rachando, numa divida, e ela, a redonda, a mais amada, foi pererecando pra dentro do gol. Gooooooollllllllooolll !Gol de raça! Assim é que é bom!

Daí não aguentei mesmo! Pulei, gritei e corri pro meu velhinho praquele abraço gostoso. Ah! Que bafo horrível e gostoso de pinga! Quase que dei um beijo nele, mas aí era demais. Se fosse você, seriam mil beijos!

E os framengos foram murchando, eles só sabem ganhar, não sabem perder, ganhar é fácil, perder é que é dificil, daí é que tem que ter grandeza de saber que nada como um dia depois do outro! O Juiz ainda arranjou tres minutos roubados pra ver se conseguia o empate do Urubu, MAS O DIA ERA NOSSO, ESTAVA ESCRITO HÁ MIL ANOS! ACAAABOOOUUUU !!!!

FIM DE JOGO!

Aí o velhinho pirou, o sorriso sem dentes era lindo, pediu mais uma, me abraçou de novo, os urubus foram saindo de fininho e ficamos nós dois comentando o jogo, e o dono do bar, Fra, com a pintura na parede olhava calmamente, teve classe. O bar era na rua lá embaixo, fui caminhando flutuando, feliz, tinha que encontrar os amigos! Como somos bobos, e como é facil ser feliz!

É temporada aqui, a cidade tá cheia de camisas do Gremio e do Inter, fui andando no meio dos estrangeiros até o bar lá da praia onde nos reunimos, e meus amigos tavam lá.

Só eu Fogão, mas fui festejado por todos. Gente educada. Até os Urubus me abraçaram, bacana. Lembrei da frase imortal: "torcer para time de massa é falta de imaginação!" e beijei o escudo que estava no meu chaveiro. E aí gritei: tem que aturar! Ninguem ganha na véspera! O Fra tava de salto alto! O Caio é o novo Pelé! Tem que respeitar o time do Garrincha e do Nilton Santos! Do Jair! Do Túlio! Do Herrera ! Viva o Loco que é Loco mas não é burro! E outras barbaridades. Tomei outra água mineral sem gás e depois fui procurar coisa melhor pra fazer. Afinal, um dia especial!

Hoje acordei assim. Tou com o velho calção do Bota, a camisa que comprei quando estava contigo, empatamos com aqueles chatos, lembra, que ano foi isso, sei lá, e está ali, pendurada, e vou escolher qual vou usar hoje. Talvez a retro do Nilton Santos, a Enciclopédia do futebol!

Hoje vou desfilar a estrela. Vitória não é todo dia!

Toca o telefone. Tenho que ir no restaurante trocar umas fotos, as molduras estão pesadas, e depois de tarde colocar mais vinte e cinco fotos de música, cães, natureza, algumas mulheres (ninguem é de ferro) e depois te conto dos sucessos que virão.

Será que dá pra colocar esta bobagem emocional no teu blog? Cê que vê.
Te amo, me arrepio ao saber que voce é Botafogo!
Essa é uma enorme prova de amor que voce me dá!
Alem de existir na minha vida! Te amo, te adoro, forever!
Sermpre sempre, sempre, pra sempre!

Pappai"

E TEM JEITO DE NÃO SER, PAI?

8 comentários:

Marco disse...

Muito maneiro o texto. Engraçado, mas escrito com amor. parabéns! me coloquei no lugar dele e se meu filho ou filha for um décimo do que eu sou louco pelo meu Flu, ficarei muito feliz tb! bjso garden

Gardênia Vargas disse...

É isso Marquito! Tem coisas na vida que a gente já nasce sendo! Tem jeito, não! É o amorrrrrrrrrrrrrrrrrr!!!!!!!!!!!!!

João Bernardo disse...

muito bonito, garden. o texto, os significados tácitos, o amor... valeu à pena perder essa pra vcs.

Gardênia Vargas disse...

Ó Jonh, que prova de amor, meu querido irmão ;o)

Alessandra disse...

Linda demais a carta! Emocionante, cheia de amor por vc e pelo time. Seu pai escreve muito bem, vc tem a quem puxar, amiga! rs... Diz para ele que virei fã!
Bjs,
Alessandra

Paulo Ricardo Botafogo disse...

fILHOTA, FILHINHA, FILHONA QUERIDA

Que legal teus amigos e amigas comentarem! Depois desses mil anos te diria que ter amigos é uma coisa maravilhosa! Já dizia Nelson Rodrigues"atravessaria tres desertos pra alguem me chamar amigo". Estou num momento "renascer" interessante, inebriante. Conheço alguns artistas, tapeceiros, músicos, pintores, escritores, fotógrafos, artistas da vida, que estão me colocando nos trilhos de minha velhanovavida. E os olhos de abriram para a beleza, a beleza real, aquela que vem lá de dentro...Uma coisa parecida com a estrela do Botafogo...O Paulo Leminski já me dizia: A bandeira do Japão e o escudo do Botafogo são as coisas mais lindas do mundo!
Arte pura. E ele sabe das coisas...
Fui mexendo aqui e ali e parece que vou fazer um blog. Um dia, porque estou mexendo num outro livro"As aventuras do Fundo Vira Lata" que eu havia desistido mas desisti de desistir. Sal da des meu amor. Logo te vejo. É só fechar os olhos. Procura o Cassiano pra mim! bjs nas suas lindas amigas e nos amigos tambem!
O coração? Bate. bjs Papppai

Martha Fernandes disse...

Simplesmente brilhante....

Gardênia Vargas disse...

Que legal Martha! Bem vinda por aqui! beijos